6 da manhã

17 ago 2017scar 94

6 da manhã
E eu me lamentando pelo elo perdido
Mas que elo?
Eu só imaginava coisas
Criava pensamentos e achava ser real
Um olhar e minhas células vibravam
Um sorriso e meu coração disparava
Ela é linda
Compromissada
Se sente bem comigo
Pelo menos era o que eu achava
Aguardei o momento certo
Mas não existe momento certo
Perdi a oportunidade
Logo a vejo, ao lado de seu namorado
As 6 da manhã me lamento
Por não tê-la nos meus braços.

Continue lendo

O vazio

19 mai 2017nandoalvez 293

Eu apertei aquele botão e você foi embora.
Deletada da minha vida,
como um arquivo que não servia mais.

Os traços de seus dados persistiam.
O lugar onde costumava ficar,
Tornou-se eternamente vazio.

O som, a forma, os laços e esta tremenda vontade,
Unem-se de maneira estranhosa
fazendo ferver num ciclo infinito
esta minha saudade infindável.

Continue lendo

Talvez

24 abr 2017neruda 305

Talvez não ser,
é ser sem que tu sejas,
sem que vás cortando
o meio dia com uma
flor azul,
sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão
que, talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém
soube que crescia
como a origem vermelha da rosa,
sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira,
trigo do vento,

E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...

Continue lendo

Dois amantes

24 abr 2017neruda 292

Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem tanta vez enquanto vivem,
são eternos como é a natureza.

Continue lendo

A Dança/ Soneto XVII

24 abr 2017neruda 324

Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascendeu da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
te amo diretamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

senão assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

Continue lendo

Tentei não me entregar

21 abr 2017nandoalvez 314

Tentei não me entregar a você
Por sentir medo estou tão perdido
O meu sangue ferve
Quando eu penso em contar
Tudo isso que meu coração sente
Eu não sei como vou lhe mostrar
Tanto amor

Quero você, pra tomar conta de mim
Só em teus braços estou protegido
Como se eu pudesse, um dia crescer
Mas sou criança e não quero acordar, deste sonho

Eu me lembro como ontem
Quando eu te encontrei
Este amor parecia infinito
E agora cansado, eu não sei se esperar
É a melhor forma de eu me curar, do que eu sinto...
...É o meu sonho

Tentei não me entregar a você
Por sentir medo estou tão perdido
O meu sangue ferve
Quando eu penso em contar
Tudo isso que meu coração sente
Eu não sei como vou lhe mostrar
Tanto amor

Continue lendo

Refrão da alma

20 abr 2017hinata 386

Por favor, volte pra mim
Eu sigo as memórias
Até a fonte da gentileza e dos sonhos
A fim de ser carregado e brilhar nas estrelas
Mais uma vez...

Sua pele despida envolta em sombras azuis
Treme silenciosamente neste momento
Seus dedos me procuram
Como se perguntassem-me sobre as reviravoltas da vida

Você que é envolto pela fé
As flores da estação gostam de uma flor imperial
Saindo atrás da centelha de esperança em sua cesta
Dispersando rapidamente num formulário esplêndido

Por favor, volte pra mim
Antes de você nascer
Na terra, você gastou seus dias
Por favor, volte para meus braços
Para nos reencontrarmos novamente
Os milagres acontecem, de qualquer modo, muitas vezes

Refrão da alma...

Quando os olhos se fecharem, como se estivesse rezando
O mundo simplesmente desaparece na escuridão
Mesmo assim, meu coração bate outra vez
Procurando uma limitada eternidade

Por favor, volte pra mim
Eu sigo as memórias
Até a fonte da gentileza e dos sonhos
A fim de ser carregado e brilhar nas estrelas
Mais uma vez...

Refrão da alma...

Por favor, volte pra mim
Antes de você nascer
Na terra, você gastou seus dias
Por favor, volte para meus braços
Para nos reencontrarmos novamente
Os milagres acontecem, de qualquer modo, muitas vezes.

Continue lendo

Quando era jovem

20 abr 2017matsuri 287

Quando eu era jovem, eu acreditava
Que se eu esperasse, meu sonho se realizaria
Fazendo um pedido para a luz fluindo do céu
Eu sorria enquanto criava o presente

Então percebi, que mesmo se eu esperar
Meu sonho não se realizará
Pessoas boas são sobrecarregadas com tristeza
Sendo cobertas pela escuridão das lembranças

O cheiro de pecado transbordante
Porque eu não posso proteger o amor
Sem machucar os sentimentos dos outros?
Cacos de abundantes mentiras
A lágrimas de alguém estão pingando
Na felicidade que segurei em minhas mãos

Apesar de herdar esse mundo
Com nada além de meu coração
Agora que o tenho, tenho medo de perdê-lo
Mesmo a tranquilidade se transforma no inimigo

O cheiro de pecado que se revelou
Porque eu não posso viver minha vida sem invejar ninguém?
Cacos de mentiras deturpadas
Enquanto sonho com um amanhã brilhante,
Eu conto as noites sem dormir

O cheiro de pecado transbordante
Porque eu não posso proteger o amor
Sem machucar os sentimentos dos outros?
Cacos de abundantes mentiras
A lágrimas de alguém estão pingando
Na felicidade que segurei em minhas mãos

Continue lendo