Aí você chegou...

Aí você chegou...

Antes de você as flores não tinham cor
O dia passava lento e triste
Antes de você meu peito era amigo da dor
E nem sabia que alegria existe

Antes de você nada me chamava a atenção
Tudo parecia tudo igual
Antes de você de nada eu fazia questão
O tanto faz era tão normal

Antes de você aquele sorriso espontâneo não existia
O mundo era tão sem graça e repetitivo
Antes de você nem sequer me divertia
O que parecia ser legal não fazia sentido

Antes de você as canções eram todas vazias
Faltava um porquê, uma razão
Antes de você me perguntava todos os dias
Assim sem rumo seguirá meu coração¿

Aí você chegou...

Depois de você meu mundo é colorido e vivo
O dia agora corre acelerado e sorrindo
Depois de você eu vivo em um sonho bom e infinito
A alegria me disse que sou seu grande amigo

Depois de você um horizonte imenso se abriu
Eu vejo tanta coisa, nova e clara,
Depois de você o silêncio se distraiu
E a felicidade canta tão alto e não pára

Depois de você me sinto como aquele velejador
Que navegou o mundo sem medo das tribulações
Depois de você descobri o que significa Amor
E te ver feliz se tornou uma das minhas razões

Depois de você aprendi o que é gratidão
As canções fazem sentido, não falta mais nada,
Depois de você encontrei o caminho do meu coração
Você é a resposta, a explicação que eu tanto procurava.

De Lincoln Ribeiro
(que encontrou Carolina Batista, o amor da sua vida)

Sobre o autor