Doze de junho

04 fev 2018roberto 162




Doze de Junho


Dozedejunho, assim, apertadinho.
Ideal para o vinho e amor.
Dia do começo; e tudo é bom!
Degusta-se o corpo e o caráter.

A perfeição, pintada na retina,
luz embaçada sobre palco.
O ator escolhido encena
todas as cenas sonhadas.

O amor é um presente da vida.
Acreditamos nós, racionais,
determinados em perder a razão.
Sabendo do arrepender depois.

No desafio de dozedejunho,
cheio de grifes globais
e sonhos de alto preço,
o amor fica por último.

Namorar é montar quebra-cabeça.
Tentam-se posições, ajeita-se.
Sem encaixe? Sem problema!
Esqueça e troque a peça!

Encaixada, mesmo se pouca folga,
ficam as possibilidades.
Muitos futuros; juntos?
Sempre felizes! Sempre?

Sim, dozedejunho não tolera dúvidas.
Mas aceita cartão de crédito!


Dozedejunho, assim, apertadinho.
Ideal para o vinho e amor.
Dia do começo; e tudo é bom!
Degusta-se o corpo e o caráter.

A perfeição, pintada na retina,
luz embaçada sobre palco.
O ator escolhido encena
todas as cenas sonhadas.

O amor é um presente da vida.
Acreditamos nós, racionais,
determinados em perder a razão.
Sabendo do arrepender depois.

No desafio de dozedejunho,
cheio de grifes globais
e sonhos de alto preço,
o amor fica por último.

Namorar é montar quebra-cabeça.
Tentam-se posições, ajeita-se.
Sem encaixe? Sem problema!
Esqueça e troque a peça!

Encaixada, mesmo se pouca folga,
ficam as possibilidades.
Muitos futuros; juntos?
Sempre felizes! Sempre?

Sim, dozedejunho não tolera dúvidas.
Mas aceita cartão de crédito!












Sobre o autor